Sábado
22 de Julho de 2017 - 
Maior que a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado! (Rui Barbos ...
Viver significa lutar.(Seneca)
O mal não pode vencer o mal. Só o bem pode fazê-lo. (Leon Tolstoi)

Visitas por email

Bolsa de Valores

Bovespa -0,39% . . . .
NASDAQ -0,04% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Belém, PA

32ºC
23ºC
Pancadas de Chuva

Domingo - Belém, PA

31ºC
23ºC
Pancadas de Chuva

Segunda-feira - Belém...

31ºC
23ºC
Poss. de Pancadas de

Terça-feira - Belém,...

34ºC
22ºC
Pancadas de Chuva

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,13 3,13
EURO 3,64 3,64
IENE 0,03 0,03
LIBRA ES ... 4,05 4,05

Manchetes jurídicas

19/05/2017 - 13:53:41

O Grupo de Apoio à Adoção de Alagoas (GAA/AL), criado em agosto de 2016, realiza reuniões mensais, na sede da 28ª Cível da Capital - Infância e Juventude, com o objetivo de incentivar a adoção no Estado. Pretendentes à adoção, bem como pais adotivos, voluntários e simpatizantes podem participar dos encontros, apelidados carinhosamente de “café com afeto”. Segundo a psicóloga Fátima Malta, da 28ª Vara, o GAA/AL surgiu após a realização do 6º Encontro Estadual de Adoção, no ano passado, para ampliar em Alagoas, as ações de incentivo à adoção, visto que existem vários grupos espalhados pelo Brasil, vinculados à Associação Nacional de Grupos de Apoio à Adoção. “No Estado, o grupo é institucional, vinculado ao Tribunal de Justiça, por meio da Coordenadoria Estadual da Infância e da Juventude, e à 28ª Vara Cível. Durante os encontros trocamos experiências e falamos sobre as dúvidas e expectativas dos pais adotivos e daqueles que pretendem adotar. É um grupo de auto-ajuda dirigido”, explicou. A psicóloga lembrou que uma das etapas para adoção inclui a participação nas reuniões do GAA/AL, destacando que algumas ações, como o “Projeto de apadrinhamento”, vêm sendo desenvolvidas e precisam de apoio. “Pedimos o apoio de pessoas que queiram contribuir para melhorar a vida das crianças e adolescentes que vivem nos abrigos, apadrinhando de alguma forma, e também de empresas que se sensibilizem com a causa”, ressaltou. As reuniões do GAA/AL são realizadas na segunda quarta-feira de cada mês, a partir das 15h, na sede da 28ª Vara Cível da Capital, localizada na Rua Hélio Pradines, n° 600, Ponta Verde. Mais informações podem ser adquiridas através dos telefones: (82)2126-4747 e 999014176.Incentivo à adoção Voluntários e servidores da 28ª Vara estarão, entre os dias 23 e 25 de maio, das 14h às 21h30, com um estande no Maceió Shopping, para dar orientações sobre o passo a passo para adotar, em alusão ao Dia Nacional da Adoção (25 de maio). “Vamos distribuir folders e passar informações sobre o que é preciso para a adoção. É importante realizar esse tipo de ação, pois às vezes as pessoas têm vergonha e receio de procurar as varas da infância. Adotar é um ato de amor e ao contrário de um filho biológico, o adotivo é algo que precisamos ir em busca”, disse Fátima Malta.Encontro Estadual de Adoção O 7º Encontro Estadual de Adoção: “Desburocratizando o processo de adoção” será realizado no dia 25 deste mês, a partir das 14h, na Escola Superior da Magistratura (Esmal). As inscrições para o evento são gratuitas e devem ser feitas pelo link https://www.doity.com.br/7-encontro-estadual-ceij/inscricao. O evento é promovido pela Corregedoria-Geral da Justiça de Alagoas, por meio da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional (Cejai) e da Coordenadoria Estadual da Infância e da Juventude (Ceij), com o objetivo de abordar temas relevantes para incentivar a adoção no Estado.Emanuelle Oliveira - Ascom CGJ-AL(82) 4009-7167 / 99616-1028
19/05/2017 (00:00)
Acessos  882985
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.