Sábado
21 de Outubro de 2017 - 
Maior que a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado! (Rui Barbos ...
Viver significa lutar.(Seneca)
O mal não pode vencer o mal. Só o bem pode fazê-lo. (Leon Tolstoi)

Visitas por email

Bolsa de Valores

Bovespa 0,14% . . . .
NASDAQ 0,36% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Belém, PA

34ºC
24ºC
Poss. de Panc. de Ch

Domingo - Belém, PA

34ºC
24ºC
Poss. de Panc. de Ch

Segunda-feira - Belém...

33ºC
25ºC
Poss. de Panc. de Ch

Terça-feira - Belém,...

31ºC
24ºC
Poss. de Panc. de Ch

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,18 3,18
EURO 3,75 3,75
IENE 0,03 0,03
LIBRA ES ... 4,20 4,20

Manchetes jurídicas

Juiz concede liminar a motorista que utiliza Cabify

O juiz Sergio Roberto Emílio Louzada, titular da 2ª Vara da Fazenda Pública do Rio, deferiu liminar em mandado de segurança a um motorista para a utilização do seu carro no transporte de passageiros e ao aplicativo Cabify Agência de Serviços de Transporte de Passageiros.A decisão foi aplicada contra o presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro) e a todos os órgãos subordinados, para que abstenham de praticar atos ou medidas que restrinjam ou impossibilitem o livre exercício da atividade empresarial praticada pelo aplicativo. Pela decisão, o Detro fica impedido de tomar qualquer atitude contra os motoristas que utilizem o serviço do Cabify.O magistrado determinou, ainda, a liberação imediata do carro do motorista Filipe Cerqueira Sebastião, autor da ação e que teve o veículo apreendido. A liberação deverá ser feita independentemente do pagamento de multas ou despesas de estadia ou reboque.LiminaresNesta semana, duas outras liminares foram concedidas pelo Tribunal de Justiça do Rio permitindo que as empresas 99 e Cabify continuem realizando transporte privado de passageiros em veículo particular. As decisões, que têm caráter provisório, apontam que a proibição da utilização dos aplicativos fere o direito à livre iniciativa e à livre concorrência.Veja mais em: http://www.tjrj.jus.br/web/guest/home/-/noticias/visualizar/49841?p_p_state=maximizedProcesso nº 0262718-51.2017.8.19.0001
11/10/2017 (00:00)
Acessos  907820
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.