Sábado
23 de Setembro de 2017 - 
Maior que a tristeza de não haver vencido é a vergonha de não ter lutado! (Rui Barbos ...
Viver significa lutar.(Seneca)
O mal não pode vencer o mal. Só o bem pode fazê-lo. (Leon Tolstoi)

Visitas por email

Bolsa de Valores

Bovespa -0,28% . . . .
NASDAQ 0,07% . . . .

Previsão do tempo

Hoje - Belém, PA

35ºC
24ºC
Pancadas de Chuva a

Domingo - Belém, PA

33ºC
23ºC
Poss. de Panc. de Ch

Segunda-feira - Belém...

33ºC
24ºC
Poss. de Panc. de Ch

Terça-feira - Belém,...

33ºC
24ºC
Pancadas de Chuva a

Cotação Monetária

Moeda Compra Venda
DOLAR 3,13 3,13
EURO 3,74 3,74
IENE 0,03 0,03
LIBRA ES ... 4,23 4,23

Manchetes jurídicas

Presidente da OAB-PE receberá Diploma do Mérito Olegária Mariano nesta sexta (19)

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE), Ronnie Preuss Duarte, será agraciado nesta sexta-feira (19) com o Diploma do Mérito Olegária Mariano na categoria Personalidade de Destaque do Mundo Jurídico. O evento ocorrerá a partir das 17h, no Teatro Tabocas, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. A honraria é concedida a pessoas e instituições que se destacam por iniciativas que beneficiam a sociedade ou contribuam para o crescimento do estado. A solenidade é uma realização da Casa da Imprensa com o Jornal Voz do Planalto, de Carpina (PE). Durante a cerimônia ocorrerá uma homenagem às personalidades femininas abordadas na 13ª edição do livro Mulheres que Mudaram a História de Pernambuco, que será lançado na ocasião. Mais – A pernambucana Olegária da Costa Gama teve papel marcante na luta abolicionista, causa também defendida pelo seu marido, o bacharel em direito, jornalista e político José Mariano Carneiro da Cunha. Conhecida como Olegarinha, Dona Olegarinha ou Olegária Mariano, teria vendido joias de herança da família para comprar cartas de alforria. Mãe do poeta, escritor, diplomata e político Olegário Mariano, ela também realizava reuniões de entidades abolicionistas em casa. O palacete da família no Poço da Panela, no Recife, também servia de abrigo e porto de fuga de escravos para lugares onde a abolição já ocorria na prática, como o Ceará. Pela bondade com os mais humildes e a ajuda e o apoio reiterado à causa abolicionista, foi apelidada como Mãe dos Pobres e Mãe do Povo. Ela faleceu em abril de 1898, no Rio de Janeiro, devido a complicações de uma gripe.
19/05/2017 (00:00)
Acessos  900789
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.